• Menina FM7
Terça-feira, 20 de fevereiro de 2018
(67) 9918-9198

Júlio Buguelo quer servidores recebendo 10% do Pro-Funcionário, em Glória de Dourados

Vereador disse que os servidores da Educação que participaram do curso técnico Pró-Funcionário, não estão recebendo a gratificação pertinente conforme dispositivo da lei.

  • Techno Brisa16

Demerval Nogueira

Buguelo solicita do prefeito cumprimento da lei do Pró-Funcionário. (Foto:  Demerval Nogueira)

Conforme matéria aprovada por unanimidade no Poder Legislativo gloriadouradense, o vereador Júlio Cleverton dos Santos, o Júlio Buguelo (PT), está cobrando do Executivo Municipal, o pagamento de 10% sobre o salário base dos servidores administrativos que concluíram o curso técnico Pro-Funcionário. Segundo o vereador, há previsões federal e estadual com esse objetivo.

Buguelo disse que os servidores da Educação que participaram do curso técnico Pró-Funcionário, não estão recebendo a gratificação pertinente conforme dispositivo da lei. “A gratificação de 10% tem por objetivo a valorização dos profissionais da Educação do nosso município que prezam por uma capacitação qualificada e, por conseguinte, uma melhor educação aos nossos alunos da Rede Municipal de Ensino (REME)”.

O vereador petista afirmou também que a administração municipal pode utilizar como parâmetro a legislação Estadual e Federal para incluir o adicional no salário dos educadores. “Caso houver qualquer obstrução com referências a observância das leis estadual e federal, o prefeito Aristeu Pereira Nantes (PEN), tem a chance e até mesmo a obrigatoriedade de enviar um Projeto de Lei vislumbrando esses aspectos, para apreciação do Poder Legislativo Municipal. Mas, que haja empenho, determinação e rapidez, pois, os funcionários não podem ser sacrificados por falta do cumprimento da lei”, disse Buguelo.

Por outro lado o vereador Júlio Buguelo, também teve matéria consolidada pelo plenário da Câmara Municipal, onde reivindica junto ao Executivo Municipal, a recuperação da ponte localizada na 4ª linha, nascente, a 700 metros distantes da cidade.

Conforme disse na tribuna o vereador Júlio Buguelo, “a ponte necessita de reparos urgentes, principalmente levando em consideração que a 4ª linha tem um grande fluxo de veículos de pequeno porte e também aqueles que fazem o transporte no escoamento das produções diversificadas, e os veículos que levam rações aos produtores dos ramos da avicultura e suinocultura, além dos transportadores de aves, suínos e bovinos”, arremata o vereador.



PUBLICIDADE
  • Puppa20
  • BIT Celulares22
PUBLICIDADE
  • Prime Pedras27
  • Puppa31
  • Vidrosul33