Domingo, 23 de setembro de 2018
(67) 9918-9198

Polícia civil de MS descarta que PCC tenha mandado matar policial

O assassinato de Wescley Dias Vasconcelos teria sido uma ação isolada de um grupo criminoso que atua na fronteira do Estado

  • Techno Brisa16


Carro da Polícia Civil usado por agente executado ontem em Ponta Porã (Foto: Leo Veras)

A Polícia Civil de Mato Grosso do Sul destacou que a morte do policial civil Wescley Dias Vasconcelos, 37 anos, tenha sido encomendada pelo PCC (Primeiro Comando da Capital). Conforme apurado pelo Campo Grande News, o assassinato teria sido uma ação isolada de um grupo criminoso que atua na fronteira do Estado.

Logo após a morte de Wescley, a polícia paraguaia afirmou que o investigador foi morto minutos depois de coletar as digitais de seis presos brasileiros, integrantes da facção, e por isso teria sido jurado de morte.

Segundo o delegado Márcio Shiro Obara, ao contrário do que divulgado pela polícia paraguaia, as investigação não ligam o assassinato do policial civil ao PCC (Primeiro Comando da Capital). “As investigações apontam que o crime foi uma ação isolada, não a mando de lideranças da facção”, explicou.

Para a polícia, a morte do investigador está ligada a um grupo criminoso que atua na fronteira entre Brasil e Paraguai e o fato de Wescley ter coletado as impressões digitais de seis brasileiros deportados do país nesta quinta-feira (8) não tem correlação com o crime.

Os suspeitos, todos integrantes do PCC e com várias passagens pela polícia, foram expulsos do Paraguai e quatro deles permaneceram detidos em virtude a mandados de prisão em aberto. Dois são apontados por envolvimento em homicídios e decapitações feitas pelo “tribunal do crime” em Campo Grande. 

Os seis integrantes do PCC foram deportados do Paraguai nesta quinta-feira (Foto: (Foto: ABC Color)

Mauro Roni Marques de Souza, Leonardo Caio dos Santos Costa, Thiago Bruz de Oliveira e Welington Felipe dos Santos Silva, foram levados de Ponta Porã para Dourados nesta tarde e de lá escoltados por policiais do Garras (Delegacia de Repressão a Roubo a Banco, Assaltos e Sequestros) até Campo Grande, para serem interrogados.

O crime - Wescley Dias Vasconcelos, foi morto no início da noite de terça-feira (6) em Ponta Porã, a 323 km de Campo Grande. O investigador voltava do quartel da Polícia Nacional em Pedro Juan Caballero e estava em frente da casa em que morava quando foi atingido por 30 tiros de fuzil AK-47 calibre 7.62.

Conforme o ABC Color, assim que saiu da sede da Polícia Nacional em Pedro Juan em um Fiat Siena preto descaracterizado, que pertencente à frota oficial da Polícia Civil, Wescley foi seguido pelos pistoleiros em um Honda Civic e executado no meio da rua. Uma estagiária que estava no carro também foi ferida durante o crime.

Quer receber notícias do Site MS News via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9918-9198 e se cadastre gratuitamente!


Quer receber notícias do Site MS News via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9918-9198 e se cadastre gratuitamente!

Amiga encontra jovem morta sobre a cama em Dourados

Segundo informações preliminares, ao sentir falta da amiga, jovem a encontra suja de sangue e sobre uma cama

Operação contra cigarreiros prendeu noivo e acabou com festão em resort

A ação foi planejada para este sábado, justamente, porque 3 chefes da quadrilha se reuniram para festa em resort de Maceió

Cavalos na rodovia causam acidente com dois veículos e uma pessoa morre em Corumbá

Acidente aconteceu na BR-262, no trecho urbano do anel viário próximo a um motel,

VÍDEO: Buraco ‘engole’ ônibus escolar cheio de crianças em Ivinhema

Veículo chegou a ficar preso no atoleiro devido às chuvas

Mulher tenta correr, mas é morta a facadas pelo marido que se suicida logo depois em MS

Homem teria iniciado uma discussão dentro da residência e sua esposa tentou sair da casa.  No momento em que ela correu em direção à rua, foi esfaqueada várias vezes pelo marido

MPMS pede suspensão de concurso estadual por vazamento de prova

Ação do Ministério Público questiona vazamento da prova de digitação para os cargos de agente de polícia

Cigarreiros e 12 policiais corruptos são alvos de operação em MS e mais 4 estados

Só em 2017, grupo movimentou 1.200 carretas e R$ 1,5 bilhão

Trabalhador morre esmagado por contêiner durante manobra em pátio da JBS em MS

Outras pessoas tentaram abrir a porta do carona, porém o manobrista morreu prensado

Nebulosidade diminui e previsão é de calorão de 37ºC no Estado

No fim de semana as temperaturas sofrem elevação e ocorre baixa umidade do ar no período da tarde

Último sorteio da Mega-Sena na semana pode pagar até R$ 22 milhões

As apostas devem ser feitas até às 18h dos dias dos sorteios. A jogada mínima custa R$ 3,50

MPE impugna candidatura de Delcídio do Amaral ao Senado

O parecer da PRE (Procuradoria Regional Eleitoral), considerou a cassação do mandato do senador por quebra de decoro parlamentar, ainda em maio de 2016

Confira as ofertas para hoje em Jorge Mercado Atacarejo

Além de comprar barato, um lugar de fazer amigos!

Padre defende armas, contrariando discursos do bispo e até do Papa

Marcelo Tenório tem uma postura polêmica e publicou até foto reproduzindo o principal gesto dos apoiadores de Jair Bolsonaro

Horário de verão pode ser proibido em todo o país

Segundo o autor, a privação do sono causada pelo horário de verão tem vários efeitos: irritabilidade, comprometimento cognitivo (aprendizagem), perda ou lapsos de memória, comprometimento do julgamento moral (que levaria à prática de crimes), sonolência, bocejos, alucinações, comprometimento do sistema imunológico, agravamento de doenças cardíacas, arritmias cardíacas, redução no tempo de reação (causa acidentes no trânsito), tremores, dores, redução da precisão (leva a acidentes de trabalho), aumento dos riscos relacionados com a obesidade e supressão do processo de crescimento (em adolescentes)

Dólar fecha semana com maior queda acumulada desde julho de 2017

A desvalorização do dólar ocorreu pelo terceiro dia consecutivo, acumulando uma queda na semana de 2,86%. Desde 14 de julho de 2017, a moeda norte-americana não acumulava uma queda neste patamar

André Nezzi é o novo prefeito de Caarapó

Ele substitui o prefeito Mário Valério (PR), que teve o mandato cassado pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Juntamente com o vice, Valério foi denunciado pelo Ministério Público Eleitoral por compra de votos, abuso do poder econômico e uso indevido dos meios de comunicação. Mário Valério está desde ontem em Brasília, recorrendo da decisão


PUBLICIDADE
  • Jorge Mercado2
  • Serralheria e Calhas Cia Norte19
  • Panificadora e Confeitaria Art's da Massa 123
  • Drogaria Padre José Daniel26
PUBLICIDADE
  • Prime Pedras27
  • Puppa31
  • Vidrosul33