Segunda-feira, 18 de junho de 2018
(67) 9918-9198

Dorsa queria reexame de multa de R$ 54,8 mil, parcelada em 36 vezes

Punição foi dada pelo TCU após Operação Sangue Frio

  • Techno Brisa16

midiamax

O médico cardiologista José Carlos Dorsa, que foi encontrado morto neste domingo (11) em uma sauna de Campo Grande, pediu o reexame contra o Acórdão 2.059/2016 do TCU (Tribunal de Contas da União), de acordo com publicação do Diário Oficial da União desta segunda-feira (12). O ex-diretor do Hospital Universitário da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) havia sido multado em R$ 54.820,84, parcelados em até 36 vezes.

Outros condenados pelo Tribunal assinam o pedido, que solicita a revisão das punições. Na época, ficou comprovado pela CGU (Controladoria-Geral da União) que Dorsa era de fato o dono da empresa Cardiocec Serviços, Comércio e Representações Ltda, contratada pelo Hospital.

O contrato com o Hospital Universitário para serviços de perfusão, assessoria técnica em estimulação cardíaca artificial e demais procedimentos cardiovasculares de alta complexidade tinha custo mensal de R$ 15.000,00. Segundo dados do Portal da Transparência, foram realizados pagamentos à empresa no montante de R$ 540.000,00, de 2010 a 2013.

Uma das provas da ligação entre a empresa e Dorsa era de que um cartão de crédito do médico, com fatura de R$ 17.565,43, foi pago pela empresa. O cardiologista também possuía forte vínculo com os donos oficiais da empresa, já que também ficou comprovado que um deles residia no mesmo endereço do médico e o outro era seu primo.

Segundo o TCU, o ex-diretor geral agiu com dolo na prática de irregularidades graves, que feriram os princípios básicos da licitação, visando à obtenção de vantagem pecuniária. À época, o valor da multa aplicado foi o máximo do art. 58, II, da Lei 8.443/1992 pela ‘conduta reprovável’, bem como a pena de inabilitação prevista no art. 60 da Lei 8.443/1992.

Máfia do Câncer e Sangue Frio - Realizada no dia 19 de março de 2013, a operação contra a Máfia do Câncer da PF (Polícia Federal) apreendeu documentos no Hospital do Câncer e no HU (Hospital Universitário). Também foram alvos a clínica NeoRad e a residência do médico Adalberto Abrão Siufi.

Em março, poucos dias antes da operação, o MPE denunciou os diretores do Hospital do Câncer por autocontratação, prática proibida, e valor diferenciado para a clínica de Siufi, que recebia tabela SUS mais 70%. O Ministério Público ainda apontou a contratação de parentes do médico por valores acima do praticado no mercado. Com a operação, a direção foi afastada pelo Conselho Curador do hospital.

No HU de Campo Grande, a Operação Sangue Frio também resultou na troca de comando. Primeiro afastado judicialmente, o diretor José Carlos Dorsa Vieira Pontes pediu para sair. Auditoria realizada pela CGU (Controladoria-Geral da União) em 2012 verificou prejuízo de R$ 973 mil aos cofres públicos. O valor foi obtido após levantamento em contratos do Hospital Universitário que somam R$ 11 milhões.

A análise trouxe à tona uma série de irregularidades, como direcionamento de licitação, montagem de processos licitatórios, subcontratação de serviços para empresas ligadas a dirigentes do hospital, superfaturamento e emissão de empenho anterior à adesão em ata de registro de preços.

Quer receber notícias do Site MS News via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9918-9198 e se cadastre gratuitamente!


Quer receber notícias do Site MS News via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9918-9198 e se cadastre gratuitamente!

Chá de Revelação emociona a família de Rick Doces em Fátima do Sul

O evento emocionou todos os familiares e amigos que estiveram no Chá de Revelação

Obesidade atinge quase 20% da população brasileira, mostra pesquisa

Já o sobrepeso atinge mais da metade da população (54%)

Anvisa suspende venda de fraldas da marca Huggies Turma da Mônica

A medida, que determina o recolhimento dos estoques disponíveis no mercado, está sendo tomada porque a fabricante, a multinacional Kimberly-Clark, não seguiu adequadamente os procedimentos que garantiriam que o material do produto é atóxico e seguro para bebês

Fifa considera arbitragem de Brasil x Suíça correta, mas condena replay no telão

Equipe do VAR não vê falta em Miranda no lance do gol da Suíça. Entidade avalia repetição da jogada no estádio um erro

Sicredi Centro-Sul MS sorteia prêmios para associados em Fátima do Sul

O primeiro sorteio da promoção 'Poupar no Sicredi é Tudo de Bom' entregou uma caixa de som JBL, Flip 4, e um prêmio de R$ 2 mil, para dois associados da agência no município

Jateí realiza Campanha de coleta de pilhas e baterias alusiva ao dia do Meio Ambiente

Foram montados três ecopontos de recebimentos, sendo um na sede no prédio da Secretaria de Desenvolvimento Rural, Meio Ambiente e Turismo, na Gleba Nova Esperança na Escola Municipal Rural Jovelino Celestino dos Santos e Escola Estadual Joaquim Alfredo Soares Vianna no distrito

Concursos têm mais de 800 vagas abertas em MS e salários chegam a R$ 10 mil

Há oportunidades para candidatos em diversos níveis de escolaridade

Jovem dado como morto aparece no próprio velório em Pedro Juan Caballero

Aos familiares, o jovem afirmou que estava em outro local, trabalhando, e causou susto nos que estavam presentes no velório

Mandante de atentado contra prefeito de MS é brasileiro e mora no Paraguai

Transação imobiliária frustrada está entre motivações, mas para Polícia Civil esta ainda não é causa oficial


PUBLICIDADE
  • Farmácia Farma Centro 23
  • Serralheria e Calhas Cia Norte19
  • Móveis Brasília25
  • Drogaria Padre José Daniel26
PUBLICIDADE
  • Casa do pecuarista28
  • Sindicato Rural de Jateí32
  • Vidrosul33