Polícia continua investigações e incêndios são tratados como retaliação a operação

| DOURADOSNEWS / JHONATAN XAVIER


Uma das residências incendiadas na última sexta-feira (25) - Crédito: Ivinoticias

A Polícia Civil segue com os trabalhos de investigação a respeito dos incêndios criminosos ocorridos no município de Ivinhema na noite de sexta-feira (25), quando indivíduos atearam fogo em três residências e cinco veículos.

Segundo informou o delegado Lupérsio Degerone, responsável pelo Departamento de Polícia do Interior, a principal hipótese é que os atos criminosos sejam retaliação à Operação “Narco Brasil”, em combate ao tráfico de drogas, que resultou na prisão de uma mulher, irmã do suposto mandante dos incêndios.

Até o momento seis homens foram presos suspeitos de serem os autores dos incêndios, entre eles, o jovem de 26 anos, preso por equipe da Polícia Militar, apontado como o mandate.

Relembre o caso

Conforme o Dourados News informou anteriormente, por volta das 23 horas da sexta-feira, o Corpo de Bombeiros atendeu a primeira ocorrência na residência localizada à Rua 12, no bairro Vitória. A casa estava desocupada e foi totalmente destruída pelas chamas.

Enquanto isso, outra solicitação entrou para atender fogo em veículo na Rua 10, pouco depois, outro carro era queimado e as chamas passaram para uma residência, desta vez na rua 8.

As ações continuaram ao longo do tempo e os bombeiros atenderam mais um incêndio em casa na Rua Remulo Guariente, seguido por dois veículos na Rua Projetada Dois, todos localizados no mesmo bairro. Ainda houve uma tentativa em outro automóvel na Rua Joaquim B. Santos.

Em um dos locais, o proprietário teve suspeita de fratura no ombro e queimaduras de 2° grau na tentativa de sair de casa rapidamente.  

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE