Ultrapassagem de caminhão pode ser a causa do acidente que matou Agenário entre Glória de Dourados e Deodápolis

| ANA OSHIRO / CAMPO GRANDE NEWS


Agenário morreu preso às ferragens, na cabine do caminhão que dirigia (Foto: Redes Sociais)

Foi identificado como Agenário Lima, de 56 anos, o homem que morreu preso às ferragens nesta quinta-feira (6) depois de um acidente na BR-376, em Glória de Dourados, a 265 km de Campo Grande.

De acordo com o boletim de ocorrência, Agenário perdeu o controle da direção e saiu da pista, o caminhão, que estava carregado com mandioca, capotou e o motorista ficou preso às ferragens, na cabine do veículo.

Testemunha do acidente, mulher de 58 anos contou que outro caminhão fazia uma ultrapassagem no sentido contrário, forçando Agenário a sair da pista. O outro veículo citado não foi encontrado pelos policiais que atenderam a ocorrência.

Agenário era morador de Deodápolis, a 252 km da Capital e estava indo realizar a entrega da carga de mandioca.

O caso foi registrado como acidente de trânsito com vítima fatal provocado pela própria vítima.

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE