Zé Neto diz que não quis incitar ódio e pede desculpas após polêmica

Cantor fez uma série de comentários nos últimos dias que seriam direcionados para Anitta e Lei Rouanet

| ALETHEYA ALVES / CAMPO GRANDE NEWS


Cantor Zé Neto fez uma série de comentários sobre a Lei Rouanet e Anitta. (Foto: Divulgação)

Após fazer uma série de comentários, supostamente direcionados para Anitta, durante os últimos dias e ter até interrompido show em Dourados para comentar sobre o assunto após o público vaiar a cantora, Zé Neto, da dupla com Cristiano, pediu desculpas em suas redes sociais. Em uma publicação em seu Instagram, ele afirmou que nunca quis incitar ódio.

Zé Neto não citou nomes, mas relatou que não aprova ódio ou cancelamento, além de dizer que não tive intenção de “atacar alguém e ver o povo vibrar com isso'. Apesar disso, ele argumentou que queria mostrar “outro ponto de vista'.

“Não quero que ninguém tenha raiva da gente e nem de quem se enquadra no que eu disse. Nunca quis instigar o ódio, mas aprendi uma lição com tudo que passamos, cada um carrega a sua dor e cada um tem a sua razão', disse.

Tudo começou durante um show que a dupla fazia em Sorriso, no Mato Grosso. No episódio, o cantor sertanejo fez uma fala deslegitimando a lei de incentivo à cultura, Zé Neto disse que a dupla não precisava da Lei Rouanet e, em seguida, comentou supostamente sobre Anitta, citando que eles não precisam de uma tatuagem íntima “para mostrar se a gente está bem ou não'.

Já em Dourados, Zé Neto parou o show que estava sendo realizado na madrugada de quinta-feira, durante a Expoagro. Após o público xingar a cantora, Zé disse: 'Gente, não precisa. Vamos rezar por essas pessoas e pedir que Deus abra a mente delas e que elas entendam'.

O cantor ainda comentou sobre como vê a rotina vivendo em fazendas e seguiu o show.

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE