O Ministério da Saúde descartou mais um caso de febre amarela em Mato Grosso do Sul. A informação foi divulgada, nesta quarta-feira (07), por meio da atualização do boletim com o número de casos em todo o Brasil.

Até a semana passada, o caso suspeito mais recente de febre amarela no Estado foi registrado em Deodápolis, a 252 km da Capital. O dado foi divulgado no dia 30 de janeiro.

Com a atualização, MS segue com cinco casos notificados da doença, tendo aumentado de três, para quatro o número de descartes. Um outro caso segue sendo investigado pelo ministério.

O Ministério da Saúde reforça que a febre amarela é transmitida por meio de vetor (mosquitos dos gêneros Haemagogus e Sabethes no ambiente silvestre). O último caso de febre amarela urbana foi registrado no Brasil em 1942, e todos os casos confirmados desde então decorrem do ciclo silvestre de transmissão.

Em todo o país, 353 casos e 98 óbitos foram confirmados no período de 1º julho de 2017 a 6 de fevereiro deste ano. No mesmo período do ano passado, foram confirmados 509 casos e 159 óbitos. Ao todo, foram notificados 1.286 casos suspeitos, sendo que 510 foram descartados e 423 permanecem em investigação.

Quer receber notícias do Site Vicentina Online via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9918-9198 e se cadastre gratuitamente!

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9.9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


LEIA MAIS

Discovery Sport 2019 chega com Versão Especial Landmark Edition> veículos
Discovery Sport 2019 chega com Versão Especial Landmark Edition
Modelo vem equipado com motor Ingenium 2.0 Turbo Diesel capaz de gerar 180 cv de potência e 430 Nm de torque

Ministério Público de MS baixa novas regras sobre sigilo em inquéritos> confira
Ministério Público de MS baixa novas regras sobre sigilo em inquéritos
Enunciado aprovado em Conselho Superior adequa normas às previsões do CNMP e à Lei de Acesso à Informação; dados pessoais serão protegidos por

Após denúncias de valores abusivos, Energisa aceita parcelar faturas em até 4 vezes em MS> mato grosso do sul
Após denúncias de valores abusivos, Energisa aceita parcelar faturas em até 4 vezes em MS
Moradores podem procurar empresa a partir desta quarta-feira (23)

Vereador terá de prestar serviço comunitário por acidente que matou manicure em MS> decisão
Vereador terá de prestar serviço comunitário por acidente que matou manicure em MS
Ayrton de Araújo (PT) ainda terá de pagar R$ 9,9 mil para entidade social e teve a habilitação suspensa por dois meses

Esperando amputação, paciente aponta descaso em hospital da fronteira> Confira
Esperando amputação, paciente aponta descaso em hospital da fronteira
Paulista Juvenal Neto está internado há duas semanas em Ponta Porã; Secretaria de Saúde diz que Instituto Gerir recebeu R$ 3,6 milhões neste mês

Tribunal de Justiça nega retirar feminicídio do caso Mayara Amaral> Mato Grosso do Sul
Tribunal de Justiça nega retirar feminicídio do caso Mayara Amaral
O julgamento de Luís Alberto Bastos Barbosa estava marcado para ocorrer no fim do ano passado, contudo, foi adiado diante do recurso da defesa

Empresário paraguaio sequestrado na fronteira é resgatado em mata> Terra sem lei
Empresário paraguaio sequestrado na fronteira é resgatado em mata
Imprensa paraguaia afirma que resgate de R$ 70 mil foi pago, mas vereador de Capitán Bado, cunhado da vítima, nega pagamento

Vereador de Campo Grande é acusado de estuprar garoto de 13 anos> Investigação
Vereador de Campo Grande é acusado de estuprar garoto de 13 anos
Pais disseram que ele teria confessado e dito que estava sob efeito de drogas

Com helicóptero e polícias integradas, fronteira de MS com Paraguai está em alerta> Confira
Com helicóptero e polícias integradas, fronteira de MS com Paraguai está em alerta
Objetivo é diminuir ações do crime organizado, forte na fronteira do estado com país vizinho

Pescadores fazem vaquinha para velório de criança de 6 anos que morreu afogada no rio Miranda> Confira
Pescadores fazem vaquinha para velório de criança de 6 anos que morreu afogada no rio Miranda
Corpo da criança de 6 anos foi localizado pelos bombeiros na manhã desta terça-feira

No primeiro dia de vaquinha, empresários já tem R$ 20 mil para Carnaval> Jardim
No primeiro dia de vaquinha, empresários já tem R$ 20 mil para Carnaval
Associação Empresarial de Jardim se reuniu na noite de segunda-feira com associados para apresentar proposta

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE