Exame descarta mata-leão como causa de morte de rapaz, diz delegado

Família insiste que intensidade do golpe aplicado por um PM motivou o óbito; toda a ação ocorreu em frente da mãe e filha de 14 anos da vítima

| CAMPO GRANDE NEWS / DANIELLE VALENTIM E HELIO DE FREITAS, DE DOURADOS


Corpo passou por exame nesta manhã, confirmou o delegado regional adjunto Mikail Gouvea.(Foto: Tião Prado/ Ponta Porã Informa/ Arquivo)

Um exame necroscópico realizado pelo IML (Instituto Médico Legal) de Ponta Porã, a 323 km de Campo Grande, na manhã deste sábado (12), descartou o estrangulamento como causa da morte de Cristian Matias da Rosa, de 37 anos, informou o delegado regional adjunto Mikail Alessandro Gouveia. Para a família, a intensidade de um golpe “mata-leão' aplicado por um policial militar matou a vítima.

Nesta manhã, a mãe da vítima, Tereza da Rosa, admitiu que o filho tinha bebido e que ele havia saído para buscar um lanche. “Ele passou na rua de baixo da minha casa para comprar um lanche. Eu vi quando a polícia passou. Depois vi meu filho seguindo para frente da minha casa e a polícia chegando atrás. Os policiais desceram armados apontando a arma para ele e mandaram ele descer. Eles pediam para eu me afastar e tudo aconteceu na frente da filha dele de 14 anos', disse.

Ainda segundo Tereza, Cristian não quis ser algemado e, então, começou a ser enforcado por um dos militares, com um golpe conhecido por mata-leão. “Eu pediu aos policiais para deixarem ele entrar para dormir, mas mesmo assim eles continuaram enforcando até ele ficar roxo e morder a língua. Ele mordeu a língua até sangrar. Aí levaram ele para o camburão e ele chegou no hospital morto', contou a mãe.

Para o delegado, provavelmente, trata-se de um infarto, e não de um enforcamento. Segundo ele, o exame desta manhã mostrou que o pulmão que está em ordem, a traqueia não foi quebrada e todo o aparelho respiratório do jovem está completo. “O rapaz tinha consumido muito álcool. Ele já estava passando mal e pode ter tido um coma alcoólico, mas não tem nada a ver com a abordagem', disse.

A Polícia Civil pontua que não há como esconder uma causa por enforcamento. “Foi uma fatalidade. Poderia não ter ocorrido no momento da abordagem, poderia ter sido em casa, no trânsito', disse.

Cristian deixou três filhos. A Polícia Civil investiga o caso.

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9.9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


LEIA MAIS

Com R$ 2,2 bilhões do FCO para MS, Showtec abre calendário de investimentos> Maracaju
Com R$ 2,2 bilhões do FCO para MS, Showtec abre calendário de investimentos
Feira é oportunidade para investir em máquinas, ferramentas para correção do solo, dentre outras tecnologias

Investigada por tramar atentado não é alvo da Operação Themis, diz defesa> Mato Grosso do Sul
Investigada por tramar atentado não é alvo da Operação Themis, diz defesa
Defesa de Maika Nunes admitiu primeiro inquérito do Gaeco, mas nega envolvimento de cliente com o tráfico de drogas

Palhaço diz que não se matou porque faca ficou cravada no peito de vítima> Campo Grande
Palhaço diz que não se matou porque faca ficou cravada no peito de vítima
Silvana foi morta na quarta-feira (9) em uma quitinete na Rua das Valquírias. Porém, o corpo foi encontrado dois dias em terreno baldio

Em MS, 6,4 mil empresas devem R$ 136 mi e são excluídas do Simples Nacional> Enonomia
Em MS, 6,4 mil empresas devem R$ 136 mi e são excluídas do Simples Nacional
Empresas foram notificadas em setembro a pagar débitos com a Receita; retorno ao regime especial depende de quitação dos valores

Jorge Mercado Atacarejo informa as ofertas para hoje> É BARATO DE VERDADE!
Jorge Mercado Atacarejo informa as ofertas para hoje
Além de comprar barato, um lugar de fazer amigos!!!

Águia Negra vence Inter Flórida por 3 a 0> Amistoso

Resumo de Novelas: Samuca propõe fugir com Marocas> Na Telinha
Resumo de Novelas: Samuca propõe fugir com Marocas
Confira os resumos das novelas desta quarta-feira (16)

Trio que matou e deixou corpo de rival amarrado é condenado a 44 anos de prisão> Mato Grosso do Sul
Trio que matou e deixou corpo de rival amarrado é condenado a 44 anos de prisão
Sílvio Fortes, de 31 anos, foi levado até um matagal, ás margens da MS-430, onde foi executado com vários tiros. O trio ainda tentou arrancar a ca

Produtor é multado após 12 trabalhadores se contaminarem com agrotóxico> Mato Grosso do Sul
Produtor é multado após 12 trabalhadores se contaminarem com agrotóxico
Além da multa de R$ 10 mil o fazendeiro também pode responder por crime de poluição, cuja as penas variam de seis até quatro anos de prisão

Em Naviraí, polícia prende homem que foi condenado por estuprar filha de 3 anos> Ação
Em Naviraí, polícia prende homem que foi condenado por estuprar filha de 3 anos
O caso aconteceu em 2011. O estupro foi constatado por meio de um laudo técnico psicossocial realizado na época

Reinaldo e ministra Tereza Cristina participam de abertura do Showtec> Evento rural
Reinaldo e ministra Tereza Cristina participam de abertura do Showtec
Evento segue até a próxima sexta-feira e discute desafios do agronegócio e novas tecnologias para o Cerrado

Procon recomenda que pais verifiquem se lista de material escolar tem “abusos'> Mato Grosso do Sul
Procon recomenda que pais verifiquem se lista de material escolar tem “abusos'
Itens de uso da escola, como giz ou materiais de escritório, já integram as contas para definir o valor da mensalidade, informa a Superintendência

Justiça manda universidade indenizar alunos por cobrança indevida em MS> Decisão
Justiça manda universidade indenizar alunos por cobrança indevida em MS
Ação foi proposta pela Defensoria Pública após 215 estudantes procurarem a instituição e reclamarem sobre valores extras exigidos pela institui

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE