Irmã recebe vídeo que difama garota de 12 anos e mais 17 jovens em MS

Fato indignou família pela montagem e divulgação

| CAMPO GRANDE NEWS / DANIELLE VALENTIM


Adolescente de 12 anos é difamada em imagens. (Foto: Reprodução do vídeo)

Na mesma semana em que a divulgação de um vídeo difamou 11 mulheres em Ribas do Rio Pardo, uma segunda gravação circula na internet e ofende a reputação de mais 18 jovens moradoras de Bonito e Bodoquena, a 266 km de Campo Grande. O caso veio à tona nesta sexta-feira (11) após a família de uma das meninas, de apenas 12 anos, receber as imagens.

Ao Campo Grande News, a irmã da adolescente de 12 anos, que terá o nome preservado, disse que a família está revoltada com a situação. Segundo ela, uma moradora de Campo Grande seria a responsável pela montagem do vídeo e primeiras divulgações.

“Essa menina de Campo Grande chegou a publicar um pedido de desculpas no Facebook, mas não marcou minha irmã, nós apenas recebemos um print. Eu e minha mãe procuramos a Polícia Civil. Mas voltar na delegacia na segunda-feira, mas eles já estão apurando a autoria', disse.

A montagem é semelhante ao primeiro vídeo divulgado nesta semana, em que aparece foto de garotas ao som de um funk. Desta vez a letra da música diz repetidas vezes: “É tudo p****'.

A reportagem entrou em contato com a delegacia de Polícia Civil de Bonito, mas foi informada de que o titular da unidade retorna na segunda-feira (14). A suposta autora da gravação também foi contata pelo Campo Grande News, mas até o fechamento da matéria não respondeu aos questionamentos.

Outro caso – Em Ribas do Rio Pardo, uma menina de 12 anos foi a responsável por criar, e um adolescente de 17 por divulgar, vários vídeos em que 11 mulheres são difamadas nas redes sociais. Eles e outros dois suspeitos, que estão presos, foram denunciados.

Segundo o delegado Bruno Santacatharina Carvalho, titular da Delegacia de Polícia Civil da cidade, as investigações começaram após a polícia ter acesso a dois vídeos em que fotos das vítimas aparecem acompanhadas de frases difamando e detalhando a vida sexual de cada uma.

“Tinha uma música de funk no fundo e fotos de várias meninas, não imagens nuas, imagens normais, mas com uma frase para cada uma delas, manchando, ofendo a honra de todas', detalhou.

Os vídeos rapidamente se espalharam em grupos de WhatsApp, perfis nas redes sociais, e foi enviado a moradores de Campo Grande, Três Lagoas, Água Clara, Camapuã e outras cidades da região.

Após a divulgação tomar proporção e ir parar no Facebook, Rafael dos Santos Gama, de 21 anos, fez comentários afirmando que as meninas do vídeo 'eram marmitas mesmo' e que o criador merecia um prêmio, já que tudo escrito ali era verdade. Na mesma publicação, Lucas Miranda da Silva, de 18 anos, teria reforçado a ideia do Rafael.

Ainda conforme o delegado, as investigações apontaram que vários vídeos com o mesmo conteúdo circulam pela internet, cada um com um “título' diferente e fotos de cerca de 20 vítimas. Até o momento, 11 vítimas - com faixa etária de 13 a 20 anos - procuraram a delegacia e registraram boletim de ocorrência contra os quatro envolvidos.

“Os dois maiores foram presos em flagrante por onze crimes de difamação. Já os menores foram apreendidos, passaram o dia na delegacia, e liberados ao final do dia ao final do procedimento. Como determina o Estatuto da Criança e do Adolescente, vão responder em liberdade'.

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9.9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


LEIA MAIS

Com a proibição da captura do Dourado, pescador pode pagar no mínimo R$ 2,7 mil em multa> Mato Grosso do Sul
Com a proibição da captura do Dourado, pescador pode pagar no mínimo R$ 2,7 mil em multa
A pesca predatória também prevê de 1 a 3 anos de detenção

Benefícios do INSS acima do salário mínimo terão reajuste de 3,43%> Brasil
Benefícios do INSS acima do salário mínimo terão reajuste de 3,43%
Índice atualiza teto previdenciário para R$ 5.839,45

Depois de matar e mutilar cães com facadas, suspeito é ameaçado de morte nas redes sociais> Rio Brilhante

Diretor da Sanesul vai para Detran e ex-secretário de Zauith assume estatal> Política
Diretor da Sanesul vai para Detran e ex-secretário de Zauith assume estatal
“Está praticamente tudo definido', disse Reinaldo Azambuja sobre o 2º escalão

Com R$ 2,2 bilhões do FCO para MS, Showtec abre calendário de investimentos> Maracaju
Com R$ 2,2 bilhões do FCO para MS, Showtec abre calendário de investimentos
Feira é oportunidade para investir em máquinas, ferramentas para correção do solo, dentre outras tecnologias

Investigada por tramar atentado não é alvo da Operação Themis, diz defesa> Mato Grosso do Sul
Investigada por tramar atentado não é alvo da Operação Themis, diz defesa
Defesa de Maika Nunes admitiu primeiro inquérito do Gaeco, mas nega envolvimento de cliente com o tráfico de drogas

Palhaço diz que não se matou porque faca ficou cravada no peito de vítima> Campo Grande
Palhaço diz que não se matou porque faca ficou cravada no peito de vítima
Silvana foi morta na quarta-feira (9) em uma quitinete na Rua das Valquírias. Porém, o corpo foi encontrado dois dias em terreno baldio

Em MS, 6,4 mil empresas devem R$ 136 mi e são excluídas do Simples Nacional> Enonomia
Em MS, 6,4 mil empresas devem R$ 136 mi e são excluídas do Simples Nacional
Empresas foram notificadas em setembro a pagar débitos com a Receita; retorno ao regime especial depende de quitação dos valores

Jorge Mercado Atacarejo informa as ofertas para hoje> É BARATO DE VERDADE!
Jorge Mercado Atacarejo informa as ofertas para hoje
Além de comprar barato, um lugar de fazer amigos!!!

Águia Negra vence Inter Flórida por 3 a 0> Amistoso

Resumo de Novelas: Samuca propõe fugir com Marocas> Na Telinha
Resumo de Novelas: Samuca propõe fugir com Marocas
Confira os resumos das novelas desta quarta-feira (16)

Trio que matou e deixou corpo de rival amarrado é condenado a 44 anos de prisão> Mato Grosso do Sul
Trio que matou e deixou corpo de rival amarrado é condenado a 44 anos de prisão
Sílvio Fortes, de 31 anos, foi levado até um matagal, ás margens da MS-430, onde foi executado com vários tiros. O trio ainda tentou arrancar a ca

Produtor é multado após 12 trabalhadores se contaminarem com agrotóxico> Mato Grosso do Sul
Produtor é multado após 12 trabalhadores se contaminarem com agrotóxico
Além da multa de R$ 10 mil o fazendeiro também pode responder por crime de poluição, cuja as penas variam de seis até quatro anos de prisão

Em Naviraí, polícia prende homem que foi condenado por estuprar filha de 3 anos> Ação
Em Naviraí, polícia prende homem que foi condenado por estuprar filha de 3 anos
O caso aconteceu em 2011. O estupro foi constatado por meio de um laudo técnico psicossocial realizado na época

Reinaldo e ministra Tereza Cristina participam de abertura do Showtec> Evento rural
Reinaldo e ministra Tereza Cristina participam de abertura do Showtec
Evento segue até a próxima sexta-feira e discute desafios do agronegócio e novas tecnologias para o Cerrado

Procon recomenda que pais verifiquem se lista de material escolar tem “abusos'> Mato Grosso do Sul
Procon recomenda que pais verifiquem se lista de material escolar tem “abusos'
Itens de uso da escola, como giz ou materiais de escritório, já integram as contas para definir o valor da mensalidade, informa a Superintendência

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE