Unigran diz que 3 alunos procuraram atendimento, mas descarta coronavírus

Em comunicado oficial divulgado à noite, Unigran Capital anunciou suspensão de aulas presenciais em função de caso suspeito

| HELIO DE FREITAS, DE DOURADOS / CAMPO GRANDE NEWS


Sede da Unigran Capital; três estudantes procuraram atendimento, mas saúde pública descarta coronavírus (Foto: Divulgação)

Em novo comunicado divulgado na tarde desta terça-feira (17), a Unigran Capital informou que três alunos da instituição procuraram atendimento médico por suspeita de contágio pelo novo coronavírus, mas garantiu que o rastreamento feito pela Secretaria Estadual de Saúde não confirma a doença.

Na noite de ontem (16), ao anunciar a suspensão das aulas presenciais e todos os cursos de graduação e pós-graduação em Campo Grande e Dourados, a instituição particular de ensino havia informado que a medida considerava a “suspeita de diagnóstico positivo para o Covid-19 em acadêmico (a) da instituição'. No início desta tarde, no entanto, a Unigran divulgou mais detalhes da suspeita e reforçou que nenhum caso foi confirmado.

“Em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde, o Centro Universitário Unigran Capital está monitorando as informações referentes casos de suspeitas que circularam entre as redes sociais dos alunos da instituição. Considerando a seriedade que o cenário exige, a Unigran Capital não desconsidera nenhuma suspeita, mas está investigando cada caso com o objetivo de desfazer pânicos desnecessários e garantir a saúde e a segurança da comunidade acadêmica', afirma, em nota.

Conforme a Unigran Capital, até o momento três alunos da instituição apresentaram sintomas diferenciados, como dor de cabeça, tosse e coriza, e procuraram atendimento médico. “O rastreamento realizado pela SES não confirma na data de hoje (17), a infecção por Covid-19 em nenhum desses casos'.

Segundo a Unigran, na tarde de ontem, uma acadêmica de psicologia (do período noturno) procurou atendimento no hospital Cassems de Campo Grande e foi diagnosticada com nasofaringite, “descartando os sintomas característicos de coronavírus apontados pelo Ministério da Saúde'.

Outro aluno, também do curso de psicologia (período matutino), disse que estava na festa na casa noturna Valley na noite de 11 deste mês e posteriormente teria manifestado sintomas de gripe. Voluntariamente, ele ficou em isolamento social. “De acordo com os dados da SES, ele não se enquadra nos critérios para ser considerado suspeito e por isso está excluído como Covid-19, até o momento'.

Ainda de acordo com a Unigran, a terceira suspeita era de aluno do curso de estética, que procurou a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do bairro Tiradentes no domingo (15) com coriza, dor de cabeça e mal-estar após retornar de viagem pela Bahia e São Paulo.

“A orientação médica recebida, de acordo com o acadêmico, foi de isolamento social por precaução. O aluno informou que segue as orientações, que está assintomático e que não fez o teste para coronavírus por ter a suspeita descartada', afirma a nota.

A Unigran Capital encerra a nota reafirmando seu posicionamento de transparência diante dos fatos e disse atuar para que notícias falsas não sejam disseminadas na comunidade acadêmica. “A Unigran Capital manterá uma rotina de divulgação de Boletins Informativos atualizados no site e redes sociais oficiais'.

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE