Polícia prende irmãos que mataram indígena a facadas em Dourados

Silabá, uma das suspeitas também é acusada de outro homicídio.

| MIDIAMAX


Polícia encontrou faca utilizada no crime.(Foto: Divulgação).

Policiais do SIG (Setor de Investigação Geral) e da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) prenderam um homem e uma mulher. Eles são irmãos e estão sendo acusados pelo assassinato de Oseias Rodrigues, indígena encontrado morto embaixo de uma ponte em Dourados, o último sábado (30).

Ao realizar diligências o SIG identificou suspeitos do crime, sendo um deles uma mulher, também indígena, de apelido Silabá, autora de dois outros homicídios consumados e três tentados. Ao analisar câmeras de segurança o SIG identificou Oseias, momentos antes de sua morte na companhia de Silabá e de outra pessoa.

Além da mulher,  de 20 anos, foi preso o irmão dela, que também desferiu um golpe de faca contra a vítima. Ao confessarem o crime Silabá e seu irmão alegaram que estavam consumindo bebidas alcoólicas na companhia da vítima quando se desentenderam, momento em que a mataram.

Segundo o delegado Rodolfo Daltro,  a indígena e seu irmão encontravam-se foragidos, possuindo contra si mandados de prisão. “Ela é considerada de altíssima periculosidade, sempre transitando pelas ruas da cidade munida de uma faca”, afirma Daltro.

O delegado também explica que ela possuía contra si um mandado em aberto pela prática de homicídio. Além disso, é suspeita de ter matado duas outras pessoas e tentado matar outras três.

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE