Com mudança em lei, cargo de analista de tecnologia vai prever 50 vagas e salário de R$ 5,5 mil

Trata-sede alteração do quadro previsto na Agetec e não indicação de concurso

| MIDIAMAX


Sede da Agência Municipal de Tecnologia da Informação. (Foto: Agetec/ Prefeitura de Campo Grande/Arquivo).

A Prefeitura de Campo Grande sancionou nesta segunda-feira (29) lei que altera o cargo de analista de tecnologia da informação da Agetec (Agência Municipal de Tecnologia da Informação). O projeto de lei foi aprovado na Câmara Municipal.

Segundo o Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande), serão modificadas exigibilidade, classe, atribuições e vagas do cargo. Os servidores serão lotados, exclusivamente, na Agetec, mas poderão ser designados ou cedidos para autação em “outros órgãos municipais”.

A tabela anexa à legislação indica que, anteriormente, eram 88 vagas com salário-base de R$ 3.132,44 e, com a alteração, serão 50 vagas e remuneração de R$ 5.513,09. O requisito básico para o cargo é diploma registrado de conclusão de curso em Ciências da Computação, Informática ou ‘áreas afins’, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC (Ministério da Educação).

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE