Modelo é estuprada sob ameaça e usa rede social para falar do crime na capital

| G 1


Uma modelo, de 19 anos, foi até a delegacia para denunciar que foi estuprada por um homem, em um local nas proximidades da avenida Ernesto Geisel, região central de Campo Grande. Ela também usou o Facebook para relatar o crime, ocorrido na última quarta-feira, dia 16 de setembro, e dizer que também teve o celular roubado, além de fazer um alerta para as pessoas que frequentam o local.

A delegada Fernanda Félix, titular da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam), ressaltou que o boletim de ocorrência foi registrado e os policiais 'estão em diligências, após ser expedida a ordem de serviço para qualificar o autor'. A vítima também foi intimada e deve prestar depoimento nos próximos dias.

Na rede social, a jovem relata que estava conversando com um amigo, quando um homem, de idade aparente de 45 anos e que chegou de bicicleta, pediu água, por volta das 19 horas. Ele então iniciou uma conversa, até que mostrou uma faca e disse que somente queria o celular. Sem reação, a jovem teria entregado o aparelho.

Em seguida, 'sem perceber que o local tinha se esvaziado', ele fez ameaças e cometeu o estupro. Em dado momento, a vítima conseguiu fugir e teve apoio do namorado e dos sogros, que a levaram para delegacia. Eles teriam tentado rastrear o celular, mas, não conseguiram chegar ao paradeiro do suspeito.

A modelo então agradeceu as mensagens que recebeu e pediu para ninguém mais perguntar sobre o assunto. O relato teve centenas de comentários e compartilhamentos.

Quando identificado, o homem deve responder ao crime de estupro. A pena varia de 8 a 15 anos de reclusão.

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE