Limpar sapatos a intervalos escalados; confira regras de biossegurança nas escolas de MS

A um mês para volta as aulas, possibilidade de retorno ao presencial terá novas normas para evitar contágio de coronavírus

| MIDIAMAX


(Foto: Ilustrativa/ Governo do Estado)

A um mês para o retorno das aulas nas escolas de Mato Grosso do Sul, o cenário ainda não permite que as secretarias de educação afirmem se haverá a volta dos alunos para sala de aula no modo presencial. Porém, tanto as unidades municipais quanto estaduais já aprovaram um plano de biossegurança para evitar a transmissão de coronavírus.

O período para pré-matricula ainda está em andamento em todas as escolas. Na REE (Rede Estadual de Educação), são disponibilizadas 215 mil vagas, o calendário escolar deve ser divulgado no dia 5 de fevereiro e retorno as aulas no dia 1° de março.

O plano de biossegurança contem 63 novas normas para estudantes, professores, diretores e demais funcionários das unidades estaduais. Dentre as mais ‘diferentes’ da antiga rotina está:

Cada escola deve definir horários de entrada e saída das turmas para evitar aglomeração;

 Ao chegar na unidade, o aluno deve ter a mão e os calçados higienizados, além de ter a temperatura aferida antes de entrar na sala;

Os pais deverão ser orientados para não se aglomerarem na frente da escola, nos horários

de entrada e saída, de forma que, usando máscaras, mantenham a distância ideal entre si;

Os intervalos das aulas deverão ser organizados para evitar o acúmulo de estudantes no pátio, no momento da troca de professores. O recreio será vistoriado para que os alunos não fiquem aglomerados;

A cada troca de turno a escola deve ser limpa. Banheiros e cozinhas devem ser higienizados a cada 2 horas;

Não será exigido um teste para Covid-19 para retornar, porém, alunos e servidores devem procurar a diretoria e informar se apresentou sintomas da doença, devendo ficar afastado por 15 dias.

Nos espaços, devem ser implantados equipamentos de higienização com álcool em gel 70%. 

Na Reme (Rede Municipal de Educação), o processo de matrícula também está em andamento, mas conta com 08.839 alunos, 7.441 profissionais da educação e 5.174 servidores administrativos. O retorno das aulas está previsto para o dia 8 de fevereiro.

Conforme o protocolo do município, na primeira semana, por exemplo, retornarão os alunos dos últimos anos, de forma gradual. Os alunos do grupo de risco, as práticas pedagógicas ainda serão oferecidas no formato remoto.

Confira alguns novas regras nas escolas municipais:

Manter o treinamento com, no máximo, 12 alunos, proceder à divisão da quadra ou do espaço destinado à prática esportiva e a utilização de material individual para cada aluno;

Será recomendável que alunos e profissionais usem máscaras de pano e troquem a cada três horas de permanência nas escolas;

O horário de entrada dos alunos poderá ser estendido em 15 minutos, os de saída, por turmas, poderá ser reduzido, para evitar aglomeração;

Os alunos devem ser orientados a lavar as mãos após o intervalo ou saída da sala de aula;

As refeições deverão ser servidas dentro da sala de aula;

Na fila da merenda, alunos devem ficar a 1,5 metro de distância.

Ambos planos de biossegurança anexaram o foco no acolhimento e acompanhamento emocional após um ano longe da sala de aula de dos amigos. Um protocolo de Saúde Emocional estará sendo desenvolvidos nas escolas durante o retorno das aulas.

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE