Agência suspende reajuste na conta de energia elétrica em MS

Novo índice estava previsto para entrar em vigor a partir de quinta-feira

| GABRIEL NERIS / CAMPO GRANDE NEWS


Consumidor segura boleto com cobrança da Energisa (Foto: Marcos Maluf/Arquivo)

A direção da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) decidiu suspender o reajuste tarifário na conta de energia elétrica regulada pela concessionária Energisa, responsável pelo setor em cerca de 1 milhão de unidades consumidoras em 74 municípios de Mato Grosso do Sul.

O novo índice estava previsto para entrar em vigor a partir de quinta-feira (8). A decisão foi tomada na manhã desta terça-feira (6) durante a 11ª reunião ordinária da direção da Aneel.

O índice havia sido calculado inicialmente em 14,46%, mas o Concen (Conselho dos Consumidores da Área de Concessão da Energisa MS), argumentou que o cálculo vai além dos 6,9% aplicados no mesmo período do ano passado.

O tema deve voltar a pauta da Aneel nas próximas reuniões, previstas para 13 e 20 deste mês.

O Concen comparou a variação do IGPM (Índice Geral de Preços Mercado) dos últimos 12 meses, que superou os 31,1%, enquanto o IPC-M (Índice de Preços ao Consumidor – Mercado) ficou em 5,74% no mesmo período.

Sobre o indexador, IGPM, o relator do processo, Efrain Pereira da Cruz, diretor da Aneel, concordou que “os custos das distribuidoras nem de longe são alocados no IGPM'. “A maioria de nós aqui mora de aluguel. Alguém aceita 31% no reajuste de aluguel', questiona.

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE