Vítima de execução na fronteira registrou boletim de ocorrência contra o namorado

| DOURADOSNEWS / JESSICA BEATRIZ E OSVALDO DUARTE


Local onde ocorreu uma das execuções - Crédito: Tião Prado/Ponta Porã Informa

Na manhã desta terça-feira (4), Erica Rodrigues Salomão e a filha, identificada como Naiala Vitoria Rodrigues, de 25 anos, foram assassinadas em seus respectivos locais de trabalho no município de Ponta Porã (MS), cidade que faz fronteira com Pedro Juan Caballero, no Paraguai.

De acordo com informações do site Ponta Porã Informa, por volta das 7h30 da manhã, Erica, moradora do Bairro Kamel Saad, foi morta a tiros no setor de feirinha de um supermercado localizado na Vila Auxiliadora, local onde trabalhava.

Segundo testemunhas, o assassino teria se aproximado da vítima e atirado em suas pernas para evitar que ela corresse e, mesmo implorando para que ele não a matasse, o homem teria efetuado os disparos fatais logo em seguida.

Em continuidade, o autor teria ido até o Hospital Regional e esperado a jovem de 25 anos no portão. Ao chegar para trabalhar, a vítima teria sido alvejada com vários tiros. Foram encontradas quatro cápsulas de nove milímetros no local.

Ainda de acordo com informações do site, no dia 1° de maio, a jovem teria registrado um boletim de ocorrência por ameaça contra o namorado, entretanto, ainda não foi confirmada a autoria das execuções. 

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE