Terça-feira, 20 de fevereiro de 2018
(67) 9918-9198

Caixa fará atendimento exclusivo para FGTS no sábado em 37 agências de MS

Uma conta inativa de FGTS é aquela que deixou de receber os repasses de uma empresa, porque o trabalhador, titular dessa conta, deixou o emprego. Mas não são todas as contas inativas que poderão ter os recursos sacados.

  • Techno Brisa16

redação vicentina online *

Até a sexta-feira, agências atenderão 2 horas a mais (Foto: Elci Holsback)

Para orientar a população sobre as contas inativas do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) que tiveram calendário de pagamento divulgado nesta terça-feira (14), agências da Caixa Econômica Federal atenderão em horário diferenciado entre esta quarta e sexta-feira e atendem ainda, excepcionalmente no sábado (18).

O anúncio do horário diferenciado de atendimento foi feito na manhã desta terça-feira (14), pelo presidente do banco, Gilberto Occhi, durante evento junto ao presidente Michel Temer, em Brasília. No Brasil serão 1.891 agências abertas no sábado, dia 18.

Em Mato Grosso do Sul, 37 unidades atenderão no sábado, das 9h às 15h. Integram a lista de cidades com atendimento especial: Dourados, Três Lagoas, Aquidauana, Naviraí, Nova Andradina, Ponta Porã, Paranaíba, Coxim, Jardim, Maracaju, Chapadão do Sul, Rio Brilhante, Bataguassu, São Gabriel do Oeste, Caarapó, Sidrolândia, Corumbá, Cassilândia, Mundo Novo, Porto Murtinho, Miranda, Sonora, Nova Alvorada do Sul, Aparecida do Taboado e Bonito.

Na Capital, 10 agências terão atendimento especial. A central, na rua 13 de maio, a agência da rua Barão do Rio Branco, a da avenida Eduardo Elias Zahran, a da rua Maracaju, das Avenidas Afonso Pena e Bandeirantes, da rodoviária, Júlio de Castilho, Aero Rancho e avenida Weimar Torres.

Horário especial - Nos dias 15, 16 e 17, as agências atendem com duas horas a mais no expediente, de acordo com o horário de abertura de cada município.

Segundo a assessoria de imprensa da Caixa, na Capital, o atendimento será das 9h às 16h. No interior, as agências que abrem às 10h, iniciam o atendimento às 8h e encerram às 16h e as cidades onde as unidades bancárias tem expediente à partir das 9h, o atendimento inicia às 8h e encerra às 17h.

Ainda segundo informações da assessoria, há possibilidade de haver outras datas de atendimento aos sábados, em março, maio e junho, mas apenas se surgir demanda no Estado.

O que é uma conta inativa? Uma conta inativa de FGTS é aquela que deixou de receber os repasses de uma empresa, porque o trabalhador, titular dessa conta, deixou o emprego. Mas não são todas as contas inativas que poderão ter os recursos sacados.

Segundo o governo, o trabalhador poderá retirar o dinheiro apenas daquelas contas do FGTS que se tornaram inativas até 31 de dezembro de 2015, ou seja, contas vinculadas a empregos dos quais a pessoa se desligou até essa data. Portanto, contas que ficaram inativas após 31 de dezembro de 2015, ou contas ativas (vinculadas a empregos a que o trabalhador ainda está ligado), não poderão ter os recursos sacados.

Como sacar? Os saques poderão ser feitos nas agências e caixas eletrônicos da Caixa, dependendo, por exemplo, do valor. Além disso, o cliente que não tem conta na Caixa poderá optar por transferir os recursos do FGTS, de qualquer valor, para uma conta corrente ou conta poupança de qualquer outro banco, sem custo.

Sem o Cartão Cidadão: o trabalhador poderá sacar o dinheiro nos caixas eletrônicos da Caixa, sem o Cartão Cidadão, caso o saldo de cada conta inativa seja de até R$ 1.500. Para isso, ele só precisa ter a senha do Cartão Cidadão.

Com o Cartão Cidadão: o limite de saque, no Caixa Eletrônico, é de R$ 3 mil por conta inativa.
Lotéricas e correspondentes Caixa Aqui: os saques podem ser feitos com o Cartão Cidadão para valores de até R$ 3 mil por conta inativa.

Saques acima de R$ 3 mil e até R$ 10 mil: o trabalhador só precisa apresentar, na agência da Caixa, a carteira de identidade para fazer o saque ou a transferência para conta de outro banco, sem custo.
Saques acima de R$ 10 mil: além da identidade, será preciso apresentar a carteira de trabalho ou o termo de rescisão de contrato de trabalho vinculado à conta inativa.

Contas que aparecem ativas: se o trabalhador tem uma conta de FGTS vinculada a um emprego do qual se desligou até 31 de dezembro de 2015, mas que ainda aparece como "ativa", terá que comprovar o fim do vinculo através da carteira de trabalho ou rescisão do contrato de trabalho.

Quem não tiver a carteira de trabalho, terá que providenciar uma cópia do termo de rescisão do contrato de trabalho vinculado à conta inativa, e levá-la no momento do saque.

Correntistas - A Caixa Econômica informou ainda que todos os trabalhadores que possuem conta poupança individual na Caixa terão o saldo creditado automaticamente no primeiro dia do calendário referente ao seu mês de nascimento.

Caso o trabalhador tenha conta corrente ou poupança conjunta ele terá que autorizar o crédito no portal da Caixa (www.caixa.gov.br/contasinativas) ou pelo telefone 0800 726 2017.

Estímulo à economia - A liberação do saldo das contas inativas foi anunciada em dezembro pelo presidente Michel Temer. O objetivo do governo é que essa medida ajude a reaquecer a economia brasileira, que vem de dois anos seguidos de recessão.

A estimativa é que R$ 34 bilhões sejam sacados das contas inativas de FGTS. Para a equipe econômica, esse montante não prejudica a saúde financeira do FGTS, que tem hoje um patrimônio líquido estimado em R$ 130 bilhões.

A estimativa do governo é que 30,2 milhões de brasileiros têm contas inativas do FGTS – a estimativa inicial era de 10 milhões. Dos 30,2 milhões, cerca de 10 milhões têm conta-corrente na Caixa.

O governo também reviu a estimativa para o saldo das contas inativas – de R$ 41 bilhões para R$ 43,6 bilhões. A expectativa para o total de recursos a serem sacados, que era de R$ 30 bilhões, é agora de R$ 34 bilhões. ( * Com Campo Grande News e G1)



PUBLICIDADE
  • Panificadora e Confeitaria Art's da Massa 123
PUBLICIDADE
  • Prime Pedras27
  • Vidrosul33